Melhores Livros para Crianças Autistas – 2022

Melhores Livros para Crianças Autistas – 2022

Aqui você conhecerá os melhores livros para crianças autistas da atualidade.

O mês de abril é o mês da conscientização do autismo e nele também é celebrado o dia internacional do livro!

Então, se você tem um filho autista e não sabe como trazer o hábito da leitura para a rotina dele, este texto é para você.

Com o objetivo de difundir informações sobre esse assunto, tão discutido atualmente, o Transtorno do Espectro Autista (TEA) reduz a discriminação e o preconceito.

Hoje em dia, há uma grande dificuldade de encontrar histórias que cativem os pequenos, principalmente que cativem as crianças autistas.

Por isso, reunimos informações para te ajudar sobre como criar o hábito de ler e os livros para crianças autistas mais recomendados.

Veja também nosso artigo sobre melhores brincadeiras e atividades para autista clicando abaixo.

atividades-para-autista

Quais os Melhores Livros para Crianças Autistas

Segue abaixo uma lista com os melhores livros para crianças autistas.

  1. Elmer, o elefante xadrezDavid Mckee
  2. Lá em casa é assim, temos o Joaquim!Cecília Tonial da Silva Erica Andrade
  3. O po do crescimentoIlan Brenman
  4. Emocionário: Diga o que você senteCristina Núñez Pereira e Rafael R. Valcárcel
  5. Cadê o livro que estava aqui?Telma Guimarães
  6. MiúdoShirley Souza
  7. Uma viagem pelo espaçoSteve Parker
  8. O grande RabaneteTatiana Belinky
  9. Cara de quê?Ivanke & Mey Clerici
  10. Atividades de alfabetização para alunos com Tea – Livro do aluno com Orientações Ao Alfabetizador – Dayse Serra
  11. Mundo das maravilhas: um livro de colorir para os curiososJohanna Basford
  12. Primeiros passos para escrever letras e númerosCrystal Radke
  13. 501 atividades para crianças longe da TV, do Tablet e do SmartphoneDi Hodges

Uma roda para contar histórias é uma das atividades que mais podem chamar a atenção das crianças e deixá-las envolvidas.

Elas podem viajar pelo mundo da imaginação, sonhar que está na história, como uma princesa ou um cavalheiro, imitar os dinossauros, ter medo dos monstros e ainda ficar emocionada com o final feliz, tão esperado na história.

Essa é uma atividade que pode ser considerada simples para uns e muito complexa para outros, principalmente quando colocamos isso dentro do mundo das crianças com o espectro do autismo.

Você sabe como escolher bons livros?

No tópico abaixo, explicamos a melhor forma de escolher livros para crianças autistas. Confira!

Como Escolher Livros para Crianças Autistas, Baseado em Experiências dos Pais

Isabel, especialista no Transtorno do Espectro Autista (TEA), mãe de um menino autista, relatou que hoje há uma grande dificuldade em encontrar livros que se encaixam dentro da necessidade de uma criança autista.

Pensando sempre em trazer o máximo de conteúdo de qualidade em nossos artigos, trouxemos aqui algumas formas de escolher os melhores livros para crianças autistas. Confira!

Cada Criança Autista Assimila de Forma Diferente

É importante dar uma atenção maior na escolha dos livros.

O adulto, seja ele o pai ou o educador, tem que ter consciência de que cada criança autista assimila de forma diferente e tem interesses próprios.

Para contar as histórias, é necessário contextualizar com gestos, figuras e brinquedos.

Além de deixar a história muito mais divertida, ainda torna a experiência mais enriquecedora.

Então, já que o mês de abril é dedicado à conscientização do autismo e, considerando que o dia internacional do livro também se comemora em abril, vamos aproveitar para dar aos pais 5 dicas de como selecionar os melhores livros para crianças autistas.

Interesse da Criança

É extremamente necessário se importar com os interesses da criança autista.

Isso a ajudará a encontrar histórias que elas possam vir a se interessar, com personagens que ela já tenha afeto ou interação, como princesas, dinossauro e bichinhos, por exemplo.

Mais Figuras

Como a criança autista tem um atraso na linguagem receptiva, ela aprende melhor quando tem estímulos visuais.

Por isso, aposte em livros para crianças autistas com menos texto e mais imagens.

Tempo

É importante que as histórias não sejam muito longas e não exijam que a criança fique sentada e quietinha por muito tempo.

As crianças com autismo possuem interesse mais restrito e, por isso, histórias demoradas podem ocasionar inquietação no pequeno, o que pode tornar o momento de aprendizagem menos proveitoso.

Adaptação

A escolha pelo uso de uma linguagem mais simples é muito comum ao ler um livro para autistas, pois ajuda na compreensão da história por parte das crianças.

Complementação

É sempre bem-vindo o uso de recursos complementares.

Então aposte em ter sempre por perto outros brinquedos.

Faça a interpretação, mude a voz e aponte para os lugares, a fim de ajudar a criança a assimilar a localização.

Use a imaginação para tornar esse momento cada vez mais incrível para o pequeno.

Mesmo com todas as restrições, é de suma importância a incrementação da leitura na vida dos pequenos, tanto nas crianças autistas, quanto em qualquer outra criança.

A leitura ajuda no desenvolvimento intelectual e traz grandes benefícios.

Por isso, vale muito a pena investir esse tempinho e contribuir com o crescimento adequado do pequeno ou pequena.

Autismo e os Desafios da Leitura

É muito comum a criança autista apresentar dificuldade de aprender das maneiras consideradas tradicionais.

Isso acontece porque o cérebro delas processam as informações de modo diferente das crianças neuro típicas.

Por isso a importância de se pesquisar e conhecer livros sobre o autismo.

É comum que algumas crianças com Transtorno Espectro Autista comecem a ler bem cedo e demostrem grande interesse em determinados assuntos ou livros e quererem ler tudo o que puderem sobre o tema interessado.

Por outro lado, outras crianças só conseguem prestar atenção por um tempo limitado, quando estão escutando uma história ou aprendendo a ler sozinhas.

Dificuldades Encontradas entre o Autismo e a Leitura

Algumas crianças são pensadoras visuais. Em outras palavras, elas pensam por imagens, ao invés de palavras.

Outras crianças autistas encontram mais facilidade em aprender através do som ou, ainda, com estímulos táteis.

Além disso, crianças com autismo podem ter dificuldades de assimilar e memorizar sequências, como frases longas e instruções em várias etapas e números.

Isso pode ser um desafio na compreensão dos textos.

Estímulos multissensoriais simples, ensinamentos gradativos e o estabelecimento de conexões com a rotina ajudam a envolver ativamente a criança no processo de aprendizagem e desenvolver as habilidades de leitura.

Independentemente de quaisquer características que essas crianças apresentem, é possível se utilizar das diferentes técnicas para ajudar nesse aprendizado e na leitura.

Por isso a importância de ter o conhecimento necessário para escolher os livros para crianças autistas da maneira certa.

Como Ensinar e Incentivar Crianças com Autismo a Ler?

Pessoas com Transtorno do Espectro Autista enfrentam diversos desafios durante a vida, e eles começam logo cedo, quando se trata da aprendizagem.

Entretanto, muitas das vezes a dificuldade não está no ato de aprender em si, e sim na maneira que ela acontece.

Durante a infância, tornar a leitura uma atividade da rotina, passou a ser muito importante para ensinar crianças com autismo a ler, além de ser muito divertido.

Veja abaixo algumas dicas para ensinar crianças com autismo a ler.

Principais Dicas para Ensinar Crianças com Autismo a Ler

Neste tópico, você encontrará seis dicas para ajudar na alfabetização e no desenvolvimento de habilidades de leitura de crianças com autismo, sendo elas:

Conecte a leitura à rotina

As crianças com TEA geralmente precisam ter uma rotina para garantir previsibilidade ao cotidiano.

Para elas, é muito importante saber o que vai acontecer, quais serão suas atividades do dia e se haverá algo diferente.

Esse conhecimento anterior sobre os acontecimentos ajudará a criança autista a sentir segurança.

Caso seu filho goste e se habitue com rotina em seu dia, a leitura poderá ajudá-lo a compreender melhor cada momento e também como passar de uma tarefa para outra.

Ler sobre como funciona as atividades habituais pode ajudar a interpretar o texto e associá-lo ao seu dia a dia.

O hábito de ler um livro antes de dormir pode ajudar a criança autista a compreender que aquele momento é de descanso e de relaxamento.

Livros infantis com histórias que falam sobre os momentos do dia a dia de uma criança, como por exemplo, o momento do banho, a hora de se alimentar ou dormir, podem ajudar os pequenos a se conectarem com a história, já que a rotina é algo que eles reconhecem.

Temas que tornem sua rotina familiar a do personagem também auxiliam as crianças com autismo a compreender a importância desses rituais, que estarão sempre presentes em seu cotidiano, a entender e a saber como ela deve se comportar em cada um deles.

Apresente temas de interesse da criança

É natural que crianças autistas demostrem uma fixação em um determinado assunto, por possuírem o chamado interesse restrito.

Gostar de ler sobre um determinado assunto, de saber e de falar sobre ele pode torná-la uma especialista.

Esse interesse restrito pode ser por um assunto, como bailarinas, um objeto, seu brinquedo favorito, uma ação, como alinhar objetos ou, ainda, um tema mais amplo, como matemática.

É importante aproveitar o interesse restrito da criança para incentivar a leitura, buscando livros que tratem do tema pelo qual ela é fixada.

Se o seu filho tem muito interesse por dinossauros, que tal ler um livro que fale tudo isso com ele?

Comece com um livro infantil mais curto, com frases menores e mais imagens, mas isso não irá parar por aí.

Há grandes chances do pequeno lhe pedir um novo livro para conhecer ainda mais sobre o assunto escolhido.

Dessa maneira, a escolha de livros para crianças autistas fica muito mais simples.

Procure elementos que gerem identificação

Algumas crianças com TEA possuem dificuldades de lidar com o desconhecido e com novos contextos.

Por isso, é importante buscar histórias nas quais elas se sintam confortáveis e, o mais importante, que se identifiquem.

Vale lembrar que é bom que os livros tenham personagens da idade da criança, que mostre sua família, locais que ele já conheceu ou atividades que ele pratique.

Leitores com autismo possuem um grande apresso pelos livros personalizados.

Quando uma criança cria seu próprio personagem para ser o protagonista e se reconhece no livro, isso acaba gerando uma identificação e a aproxima das situações vivenciadas na história.

O resultado disso é que ela vai gostar e querer ler este livro repetidas vezes.

Dessa forma, seu aprendizado é potencializado, ainda mais quando esse hábito pela leitura é incentivado.

Há um site conhecido como “Dentro da História”.

Nele, é possível criar livros em que a criança participa das histórias junto com a Turma da Mônica, entre outros personagens famosos, que incentivam a leitura através do auto reconhecimento com o livro.

Ensine um novo conceito por vez

As crianças com autismo possuem mais facilidade de aprender determinados conceitos quando começam com passos básicos.

É interessante ir aumentando a complexidade de forma gradativa, seguindo uma ordem lógica, tanto em casa, quanto na escola.

Quando uma criança autista aprende a ler, ela passa aos fonemas, ou seja, o som produzido por cada letra.

Então, ensine-a usando exemplos de palavras que ela use bastante, como B de “bola” ou M de “mãe”, por exemplo, os relacionando sempre com os elementos de seu cotidiano.

Livros sobre o alfabeto podem auxiliar nessa fase, com estímulos visuais em que a criança assimile cada letra.

Depois disso, ela começará a formar sílabas. Para esse processo, você poderá encontrar diversos jogos educativos que auxiliam em seu aprendizado.

Um pouco mais tarde, ela passará a ter consciência sobre a formação de palavras e frases.

Ao decorrer de cada explicação, é importante manter instruções diretas e objetivas.

Vale lembrar que pessoas com autismo possuem dificuldades em conceitos abstratos.

Então sempre siga uma lógica, revisando o conhecimento já adquirido e apresentando um conceito novo único por vez.

O tempo de atividade ou de leitura também devem ser aumentados de forma gradativa, sendo ajustados aos poucos, conforme sua evolução na capacidade de atenção.

Estimule diferentes sentidos

Cada criança tem sua maneira específica de aprender e o mesmo acontece com as crianças autistas.

Por isso a importância pela busca de estímulos multissensoriais, pois o pequeno pode aprender mais usando o som ou a visão ou até mesmo o toque.

As crianças visuais precisam ver aquilo que estão lendo ou aprendendo, por isso é importante que as imagens do livro correspondam ao que está escrito.

O texto e os recursos visuais criam associações, que favorecem o desenvolvimento da linguagem.

Uma excelente dica para as crianças visuais são os livros pop up. Inclusive, temos um artigo que fala sobre eles.

Já as crianças mais auditivas preferem ouvir instruções orais, auditivas. Depois disso, você pode discutir o que aprendeu para firmar o conhecimento.

Uma opção é apostar em livros com áudios para a criança escutar enquanto acompanha o texto escrito, para ir descobrindo as palavras.

Por fim, as crianças que usam o tato ou como são conhecidas, as “mão na massa”, são as que aprendem melhor ao fazer, absorvendo o conhecimento, com o toque, manipulando os objetos.

Busque por livros que sejam acompanhados de outros elementos ou, então, aposte na criatividade e crie você mesmo objetos que personifiquem a leitura.

Construa objetos que aparecem na história, pois isso tornará sua leitura muito mais divertida, fazendo com que aprender se torne uma grande brincadeira.

Quer uma ideia? Se a história está se passando dentro de uma caverna, use um cobertor e recrie esse cenário para seu filho.

Resumo dos Melhores Livros para Crianças Autistas

livros-para-crianças-autistas

Abaixo, você encontrará um resumo dos melhores livros para crianças autistas:

1- Elmer, o elefante xadrez – David Mckee

Elmer é um elefante brincalhão.

Faz parte de uma manada em que todos os elefantes são da mesma cor.

Todos, menos Elmer. Ele era xadrez, todo colorido.

Em um belo dia, Elmer se incomodou com as suas cores e disse que aquilo não era cor de elefante.

Mas logo percebeu que cada um era de um jeito, que cada um é como é.

2- Lá em casa é assim, temos o Joaquim! – Cecília Tonial da Silva Erica Andrade

Este livro irá apresentar, de forma leve, a história dos irmãos Bernardo e Joaquim.

O livro relata a convivência diária com Joaquim, que é autista.

Abordando questões familiares e social, Bernardo irá mostrar à você, leitor, resiliência e otimismo diante das situações em sua casa.

E, ao decorrer da história, você notará a importância da mediação dos pais com os irmãos, trazendo mais harmonia e qualidade para a relação.

3- O pó do crescimento – Ilan Brenman

André é um menino pobre, que salva uma tartaruga e ganha dela um pó mágico.

Ficou curioso para descobrir o que esse pó mágico faz?

André adquiriu o poder de plantar árvores de tudo que era coisa: brinquedo, sapatos e muito mais.

Então, quer descobrir mais sobre essa história incrível?

Embarque nessa aventura você também.

4- Emocionário: Diga o que você sente – Cristina Núñez Pereira e Rafael R. Valcárcel

Emocionário é um dicionário de emoções e verbetes.

Ele ajuda a entendermos melhor os sentimentos, ódio, entusiasmo, orgulho, felicidade, insegurança e muitos outros.

Além de seus verbetes, usa definições simples e de fácil leitura.

As ilustrações são lindíssimas, fazendo sempre relação com o tema.

Nunca é tarde para reconhecer os sentimentos e aprender expressá-los e, com esse livro, tudo fica mais fácil!

5- Cadê o livro que estava aqui? – Telma Guimarães

Cadê o livro que estava aqui é um livro que mistura brincadeira e literatura na medida certa.

A cada virar de página, o leitor é convidado a procurar os bichinhos fujões e descobrir onde está o livro.

Este livro é ideal para leitores iniciantes, graças ao humor, à letra bastão e ao ritmo.

6- Miúdo – Shirley Souza

Miúdo é um gatinho que adora brincar, além de ser muito fofo. Mas tem uma coisa que miúdo não gosta, o nome que sua dona deu para ele.

Ele acreditava que se tivesse um nome forte e imponente, ele se sentiria grande e feroz, como um dragão.

Mas será que isso importa mesmo?

Miúdo se esqueceu de toda essa besteira quando ganhou um abraço apertado de sua dona.

Este livro está repleto de ilustrações coloridas e lúdicas, que trazem o ensinamento de que o importante não é ser grande ou feroz, mas sim o amor.

7- Uma viagem pelo espaço – Steve Parker

Uma viagem pelo espaço é uma aventura para a criançada, que conhecem o sistema solar.

Você também se pergunta o que tem no espaço?

Nessa aventura, você descobrirá os maiores segredos do nosso incrível universo.

8- O grande Rabanete – Tatiana Belinky

Essa linda história traz um vovô que planta um rabanete e, depois de crescido, ele teima e não quer mais sair do solo.

Então, o vovô tem a brilhante ideia de pedir ajuda de todos para essa árdua tarefa.

Nessa aventura de tirar o rabanete, chega a netinha do vovô, que chama o cachorro, que chama o gato, que chama o ratinho.

E aí, será que conseguiram tirar o teimoso rabanete? Vamos descobrir.

9- Cara de quê? – Ivanke & Mey Clerici

Não importa de que parte do mundo sejam ou a que cultura pertençam, as emoções sempre faram parte de todas as pessoas.

E este maravilhoso livro traz isso.

Ele ensinará os pequenos a descobrir e reconhecer as emoções no próximo, os estimulando a expressar as suas.

10- Atividades de alfabetização para alunos com Tea – Livro do aluno com Orientações Ao Alfabetizador – Dayse Serra

Neste livro de atividades, a autora busca elaborar um método capaz e útil para a alfabetização de alunos com autismo.

Para isso, a obra contará com 365 atividades para serem feitas pelo alfabetizado.

Alfabetizar uma criança com TEA requer compreender como se dá sua peculiaridade e saber como funciona a cognição desses sujeitos, pois a leitura e a escrita fazem parte de uma das maiores dificuldades desse púbico: a comunicação social.

11- Mundo das maravilhas: um livro de colorir para os curiosos – Johanna Basford

Este não é apenas um livro, mas sim um portal encantado para o mundo das maravilhas.

Suas páginas estão repletas de ilustrações, que os levará para uma jornada de vilas encantadas, ilhas mágicas e castelos fantásticos.

Prepare-se para descobrir um novo mundo de cor e fantasia e deixe sua imaginação livre para explorar esses lugares incríveis.

Johanna Basford é a autora do best-seller Jardim Secreto e seus livros de colorir se tornaram febre no mundo todo.

12- Primeiros passos para escrever letras e números – Crystal Radke

Aprender a escrever se tornará fácil e prazeroso com este livro lúdico e colorido, pois esse manual apresenta o maravilhoso universo das letras e números.

Primeiros passos para escrever letras e números é um livro repleto de exercícios práticos, que trabalham a coordenação motora e ensinam os pequenos a desenhar as letras, números e formas.

Sendo indicado para crianças a partir dos 4 anos, o livro trabalhará a coordenação motora fina, o que ajudará seus filhos a desenvolverem os músculos da escrita, com atividades de seguir a linha pontilhada, dando vida às formas.

Exemplos e figuras: será estimulado o aprendizado com exemplos de figuras, palavras e números em todas as suas páginas.

A prática leva à perfeição: produzido com quase 80 páginas de exercícios diversos, seus filhos poderão praticar por bastante tempo.

13- 501 atividades para crianças longe da TV, do Tablet e do Smartphone – Di Hodges

Se em casa seu filho está passando mais tempo ligado ao controle remoto ou ao teclado do que às atividades práticas e a sua imaginação, aqui lhe daremos 501 maneiras divertidas, criativas e, o principal, educativas de manter as crianças entretidas.

Está é uma seleção de atividades de fácil compreensão, que vai desgrudar os pequenos dos meios eletrônicos, como televisão e jogos, os ajudando a desenvolver habilidades físicas e mentais, aprimorando a comunicação, as habilidades motoras e o conhecimento.

Conclusão sobre os Melhores Livros para Crianças Autistas

Neste artigo, te apresentamos os melhores livros para crianças autistas, livros que trabalham de forma leve e divertida diversas dúvidas, informações e aprendizados.

Enriquecidos com inúmeras atividades que trabalharam a mente e o corpo, esses livros ajudam a criança autista a desenvolver suas habilidades físicas e mentais.

E ensinam a trabalharem seus sentimentos e a aprimorarem a comunicação.

Não se esqueça de experimentar com a criança livros diferentes, como os livros pop up que, além de conter poucas palavras, prendem a atenção e despertam o interesse por livros.

Espero que você tenha gostado desse artigo sobre os melhores livros para crianças autistas e não deixe de compartilhar com aquela pessoa que você ama e também está precisando de um conteúdo com dicas valiosas como essas.

Veja também os melhores livros de 9 anos.

RedatorLobato

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Otimizado por Lucas Ferraz.