Melhores Livros para Jovens de 2022

Melhores Livros para Jovens de 2022

Muitos escritores estão introduzindo novidades para sempre trazer os melhores livros para jovens, que proporcionem conteúdos de qualidade, diversão e distração.

É um desafio chamar a atenção dos jovens para a leitura.

Por isso, os escritores investem seu tempo e experiência em histórias fascinantes, intrigantes e sobre temas variados.

Confira abaixo as sugestões de livros para jovens que nosso portal separou para você.

Dicas de livros para jovens

Veja abaixo os melhores livros para jovens que separamos para você:

  • As Vantagens de Ser Invisível – Stephen Chbosky
  • A Coragem de Ser Imperfeito  – Brené Brown
  • A culpa é das estrelas – John Green

  • O Sol Também é uma Estrela – Nicola Yoon
  • Morangos Mofados – Caio Fernando Abreu
  • Bonsai – Alejandro Zambra
  • Comédias para se Ler na Escola – Luís Fernando Veríssimo
  • O Guia do Mochileiro das Galáxias – Douglas Adams
  • Toda Rê bordosa – Angeli
  1. O Auto da Compadecida – Ariano Suassuna

Você sabe qual é a importância da leitura na vida de um jovem?

A importância da leitura para uma mente jovem

A leitura é fundamental desde os primeiros anos de vida de uma pessoa.

O hábito da leitura beneficia todas as idades.

Ler nos leva ao conhecimento e também ativa a nossa memória e imaginação.

Seja livros para os primeiros anos de vida, livros indicados para jovens ou livros para adultos, todos se beneficiam com uma boa leitura, independentemente da idade.

Os melhores livros para jovens são aqueles que os levam para outra perspectiva de vida e de mundo.

Expande suas mentes para novos pontos de vista, oferecendo o desenvolvimento do senso crítico nas relações e nas decisões pessoais.

Nesta fase da vida, saber escolher livros interessantes para jovens, que conseguem ajudar a interpretar dados e fatos e organizar os pensamentos é bastante importante.

Principalmente aqueles livros para jovens que desenvolvem o pensamento crítico e que auxiliam a expressar-se com clareza.

São vários os fatores que podem levar um jovem a ler.

Escolher livros populares entre os jovens e questioná-lo sobre seu gosto pelo assunto ou seguir a indicação de alguma pessoa, por exemplo, pode gerar curiosidade e vontade nele de continuar lendo.

As adaptações de obras literárias para o cinema e TV também provocam neles o interesse pela obra original e, dessa forma, podem despertar a sua atenção.

Isso estimula a sua curiosidade na busca de livros que deram origem aos roteiros.

Quando começam a ler, geralmente são influenciados ou mediados por alguém.

Um livro recomendado para jovens geralmente é indicado pelos pais, professores e principalmente pelos amigos, que adoram contar as novidades interessantes.

O mais importante é sempre dar aos jovens incentivo à leitura.

Relação entre a leitura e a qualidade da saúde mental

Outro fator que se pode observar é a relação entre a leitura e a qualidade de saúde mental, pois a leitura pode reduzir o estresse.

Muitas pesquisas demonstraram resultados positivos sobre essa contribuição nos jovens, reduzindo a tensão dos músculos e a frequência cardíaca.

Abrir a mente aos aspectos da imaginação criadora e intuição e não se fechar é o primeiro passo para que a mente do jovem desperte.

Muitos livros bons para jovens oferecem exercícios para pensamentos positivos, ensinam a ler, a importância de escutar, além de observar as palavras e o que elas significam.

Tudo isso colaborará com a mente do jovem que está em formação.

Pouco a pouco trará autoconfiança e vontade de continuar lendo.

Além disso, a leitura dos melhores livros para jovens estimula a memória, expande a capacidade mental e mantém as sinapses ativadas.

Sem dúvidas, é um grande exercício para o cérebro.

O que a leitura traz de benefícios para os jovens?

Aos poucos, o jovem vai se inserindo no conhecimento acumulado pela humanidade.

A leitura permite que ele perceba melhor o seu tempo e, desta forma, tem as condições de realizar e participar na produção do saber.

Ocorre um ciclo constante de produção de conhecimentos, interpretação de mensagens, que só pode ser feito por meio da leitura.

Isso além de demonstrar um envolvimento com a própria vida e melhorar a sua capacidade de lidar com os outros ao seu redor.

A leitura faz com que o jovem se sinta com possibilidades de dar sua contribuição nesse mundo.

Veja quantos benefícios que a leitura pode trazer:

A leitura auxilia na formação da personalidade dos jovens

Tanto o conhecimento como a leitura são construções interiores individuais, onde os processos de construção, de desconstrução e de reconstrução estão associados no interior de cada sujeito.

Sendo assim, a leitura auxilia na formação da personalidade dos jovens.

Portanto, a leitura favorece o despertar da consciência na prática de valores éticos, estéticos e na valorização do ser humano.

Pode funcionar como divertimento favorável, na instrução, na informação e no desenvolvimento das crianças e jovens, de uma forma animadora e alegre.

Nunca deve ser uma atividade estática.

Para que se aproveite a leitura, o jovem deve questionar o que foi lido.

É importante estar focado em todos os aspectos e pormenores, com uma análise detalhada sobre um assunto.

A leitura é algo importante na vida das crianças, dos jovens e dos adultos.

Além de ser uma atividade que trás muitos benefícios para o funcionamento da saúde e da mente, também participa do desenvolvimento de habilidades específicas.

Favorece a melhora da escrita e encoraja o senso artístico

Já observou que ler desenvolve as ideias e as habilidades da escrita?

E que quanto mais se lê, melhor se escreve?

Pois é, isso é real.

Uma ação leva a outra.

Definir fatos e dados, expor pensamentos e elaborar ideias são fatores importantes, que se manifestam com a prática da leitura.

Há uma diversidade de indicação de livros para jovens que podem ser escolhidos dentro do estilo de cada um.

Mais prazeroso é quando se identifica com um título e com um autor, aí então fica mais fácil registrar a escrita das palavras.

Além disso, encoraja no trabalho ao senso artístico.

Exercita a concentração e a memorização

Enquanto lemos, as funções cognitivas, como memória e concentração, são ativadas pelo cérebro.

A leitura feita em lugares mais movimentados é uma excelente forma de aprender a se concentrar, pois precisa de esforço para manter o foco e não se distrair com os estímulos externos.

Da mesma forma, quem lê com frequência os melhores livros para jovens que são voltados para esse público, consegue memorizar informações com mais facilidade, justamente pelo constante hábito da leitura.

Outro fator importante é a facilidade de aprender outros idiomas.

Trabalha no incentivo a criatividade

Para entrar nesse universo da criatividade, o leitor precisa criar as cenas e as imagens em sua mente juntamente com a narrativa.

Como cada um imagina histórias de sua maneira, o cenário que constrói na mente remete ao seu próprio mundo interior.

Dessa forma, quanto mais experiências na leitura, mais produtiva será a imaginação.

Quanto mais prestar atenção nas riquezas de detalhes descritos nas histórias apresentadas dos livros para jovem e explorar os diferentes cenários, mais habilidades criativas se manifestarão.

Amplia o vocabulário da criança e do adolescente

Dependendo do estilo literário de um livro, depara-se com inúmeras palavras novas.

Algumas mais formais, outras palavras mais simples do nosso dia a dia.

Dessa maneira, o jovem amplia seu vocabulário e expande seu conhecimento.

À medida que alarga seu vocabulário, promove um grande auxilio na construção de textos, de uma forma mais fácil.

Os melhores livros para jovens possibilitam acesso a novas informações, de vários lugares do mundo e com diferentes culturas.

Ativa o desenvolvimento do senso crítico e apura a habilidade do pensamento analítico

Atualmente, as pessoas têm total acesso às fontes de informação, em variados meios de comunicação, como TV, jornais, sites, livros, revistas e por aí vai.

Algumas fontes são seguras e outras não.

Muitas das vezes, os jovens acreditam com facilidade em qualquer informação que chega até eles.

Por não conhecer e por não verificarem se os autores e os fatos são reais, divulgam os dados sem a mínima preocupação se são ou não fundamentados.

Daí a importância da leitura bem direcionada.

Tira o indivíduo desse ciclo do senso comum, desse processo automático e permite que ele tenha um olhar mais crítico sobre os fatos.

Isso favorece a observação da situação por diferentes ângulos e ajuda o jovem a assumir uma posição mais questionadora.

Os melhores livros para jovens de suspense, por exemplo, ajudam o raciocínio lógico e a capacidade de analisar detalhes, como fazem os detetives.

Isso porque trabalha nas noções de causa e efeito, além de manter o foco na procura por descobrir a solução de uma determinada história.

Leva o leitor para outro universo

A leitura leva a pessoa para outro universo, onde ela relaxa, se distrai e consegue amenizar o estresse.

Quando a pessoa lê, esquece das tensões e dos problemas.

Ela entra num mundo distante da realidade e dá início a uma viagem rica de emoções, como se a experiência fosse real.

Enfim, a partir das novas ideias e sensações, é possível olhar a vida por outro prisma.

A leitura leva os leitores a se desenvolverem e a levarem conhecimento e incentivo para outras pessoas.

Como escolher os melhores livros para jovens

Procure a sinopse ou o primeiro capítulo nos sites. Muitas livrarias e editoras oferecem gratuitamente um resumo ou parte do livro. Portanto, se informe antes de ler, que é um bom começo.

Se um livro tem sucesso de vendas, isto não significa qualidade da leitura. São comuns as pessoas, tanto jovens, como adultos, escolherem um livro porque é o mais vendido, ou pelo atrativo da capa.

Ter sucesso de vendas não significa ser agradável a todos. Muitas vezes, uma má escolha para quem está iniciando a leitura pode causar um afastamento do universo dos livros. Respeitar o gosto pessoal e interesse pelo tema são principais indicativos de uma ótima compra.

Na maioria das vezes, o jovem tem autonomia para adquirir seus objetos. É necessário e indicado ler livros conforme a idade. Cada etapa da vida merece a melhor escolha. Os melhores livros para jovens possuem gêneros que passam pelo drama, aventura e comédia e atinge uma infinita gama de histórias e enredos, simples até os mais complicados, sobre o desenvolvimento do jovem. Os variados tipos de histórias não tradicionais e reforçam o esforço dos autores nas tramas que identificam com cada um.

Resumo dos melhores livros para jovens

livros-para-jovens

Com esse resumo, você poderá ter uma ideia do assunto a que se referem os livros mais vendidos para jovens, seus autores e suas datas de criação.

1- As Vantagens de Ser Invisível – Stephen Chbosky

Lançado em 1999 e com grande sucesso entre o público jovem, tornou-se um best-seller com mais de um milhão de cópias vendidas.

Primeiramente, nos Estados Unidos e depois pelo mundo.

Sendo assim, ele é considerado um dos melhores livros para jovens, sem sombra de dúvidas.

Com tanto sucesso merecido, em 2012 foi readaptado para o cinema.

A história gira em torno de romance, dramas escolares, familiares e de autodescobrimento.

Apresentam ao leitor jovem as experiências e os traumas da adolescência, dúvidas muitas vezes angustiantes, próprias desse período da vida.

O Livro tem como personagem principal o Charlie e os secundários Sam e Patrick.

Charlie é um adolescente de 15 anos. É inseguro, tímido e sonhador, com crises psicológicas que não o deixa ter muitos amigos.

Sua vida é envolvida e marcada por perdas, da tia e também seu melhor amigo, que cometeu suicídio.

Percebe-se muitas histórias de Charlie através das cartas que ele envia para uma pessoa anônima.

Sam, irmã de Patrick, por ser uma figura feminina, tem características delicadas entre os demais.

Muito atenciosa, consegue acalmar Charlie e tirá-lo de suas alucinações, resgatando para a realidade.

Aos poucos, os personagens vão se encontrando e reencontrando a vida.

2- A Coragem de Ser ImperfeitoBrené Brown

O livro foi publicado em 2016 no Brasil.

A obra se apresenta com uma linguagem simples e clara, com situações reais, que servem de exemplo para despertar o combate à timidez e ter uma vida mais ousada.
O livro trata de alguns assuntos que costumam ser evitados, como a imperfeição, fragilidade, vergonha, e o medo.

Apresenta dados, fatos, análises e histórias de pessoas comuns.

Quando as emoções são complicadas, nos fechamos para o amor, para a criatividade e para a aceitação de que somos frágeis e imperfeitos.

Portanto, não podemos nos escravizar na procura da perfeição ilusória.

Para estar bem e viver uma vida na sua totalidade, devemos aceitar a nós mesmos e não viver uma vida com medos e fugas.

Como é um livro de autoajuda, é, portanto, um livro sempre atual.

Indicado também para os jovens, pois vivem numa época que impera o medo do julgamento e, por isso, estão sempre com vergonha de se mostrar.

Descubra nesse livro a importância de se ter uma vida plena, aceitando e compreendendo a sua fragilidade e imperfeição.

3- A culpa é das estrelas – John Green

Considerados um dos principais livros clássicos com 639.502 exemplares vendidos. Virou até mesmo roteiro de um filme em 2014.

Os personagens Hazel Grace e Augustus se conhecem porque começaram a frequentar um grupo de apoio para pessoas com câncer e logo se apaixonaram.

Os dois jovens enfrentam o drama da doença e as alegrias dos momentos simples, tendo que lidar com a realidade de que podem ser separados a qualquer momento.

Mesmo sendo uma história trágica, mostra seu lado do amor, da amizade e da superação de dois jovens.

Por ser um clássico, é considerado bastante interessante que os jovens acima de 13 anos façam leituras desse gênero de livro.

Mostra uma realidade que muitos desconhecem, com humor, doçura e nostalgia.

4- O Sol Também é uma Estrela – Nicola Yoon 

Esse livro nos remete a história de uma jovem chamada Natasha, que vive em Nova York e que está próxima de ser deportada, junto com sua família para a Jamaica.

Não satisfeita, busca formas de modificar essa situação.

E, no desenrolar dessa busca, ela encontra Daniel.

Daniel, um jovem Coreano, emotivo, romântico, que acredita piamente em sonho de alma gêmea.

Natasha, uma jovem racional e descrente, acredita somente na ciência e nas coisas que estão dentro de sua realidade e nada mais.

Apesar das diferenças, Daniel está disposto a fazê-la se apaixonar por ele.

O envolvimento entre eles acontece facilmente, com bastante humor, conversas e verdades reveladas.

Precisam largar todas as suas crenças antigas para viver intensamente este amor.

5- Morangos Mofados – Caio Fernando Abreu

Um livro de contos, considerado uma obra-prima do autor e da literatura nacional. Reúne poesias, histórias e vivências, ganhando vida por causa da forma e do vigor com que foram escritos.

Refere-se à solidão, ao sofrimento e a dor dos seres humanos, que vivem em uma sociedade com preconceitos e medos.

Os personagens retratam o desespero e a melancolia quando entram em contato com as drogas, chegando até a loucura.

Os contos são divididos em duas partes.

O Mofo representa a melancolia e a tristeza.

O morango demonstra a simplicidade nas emoções.

Histórias intensas e fora de seu tempo, com muitos conflitos existenciais na procura incessante do próprio eu.

Com crença e expectativa de que novos tempos virão repletos de dias melhores.

6- Bonsai – Alejandro Zambra

Rapidamente tornou se um grande sucesso.

Conquistou o Prêmio da Crítica e o Prêmio do Conselho Nacional do Livro no Chile. Traduzido em dez países e considerado o melhor livro de romance em seu país, o Chile.

O romance conta a fascinante e envolvente história de dois jovens, Emília e Júlio, em busca do amor e dos recomeços.

Manifesta a importância de entender que o que é importante em um romance é o meio e não o começo e o fim.

Faz a trama prosseguir como se cultivasse um bonsai.

7- Comédias para se Ler na Escola – Luís Fernando Veríssimo

Possui 35 crônicas de narrativas curtas.

São histórias divertidas e cheias de incentivo à imaginação, outras inteligentes e irônicas, citando o cotidiano das pessoas.

Separada por seis partes com títulos diferentes, bem-humorados e outros reflexivos.

O livro conta sobre uma das fases mais divertidas de nossa vida, que é a escola.

A escrita é cativante, leve e divertida.

Para quem quer diversão, esse é indicado como um dos melhores livros para jovens.

Com certeza, uma boa forma de fazer os adolescentes conhecerem os escritores brasileiros renomados.

8- O Guia do Mochileiro das Galáxias – Douglas Adams

Um dos grandes clássicos da ficção científica, traduzido para bem mais de 30 idiomas, que conquistou milhões de leitores.

A leitura começa com as aventuras do inglês Arthur, numa saga que tem sua casa destruída por máquinas.

Ford, seu amigo, revela ser um alienígena disfarçado de humano e o adverte que o planeta Terra será destruído e será construído nele uma via espacial.

Antes da destruição da Terra, é resgatado por seu amigo Ford e se torna o último homem vivo.

Juntos, viajam pela galáxia e encontram vários personagens estranhos e planetas jamais imaginados que se destacam.

Encontrando a última mulher da Terra, Trillian, resgatada seis meses antes da destruição da Terra, na qual já havia conhecido em uma festa.

Nessa viagem, conhecem mundos desconhecidos, com questões bastante importantes, como o significado da vida.

Uma leitura muito divertida e uma viajem fantástica pela galáxia.

9- Toda Rebordosa – Angeli 

Rê Bordosa, nome de um personagem irreal de histórias em quadrinhos criado pelo cartunista Arnaldo Angeli Filho.

Em 1980, a personagem humorística ficou conhecida através da revista Chiclete com Banana.

A palavra “Rebordosa” significa crítica severa, com o intuito de censurar e de reprimir.

As histórias são contadas onde a personagem fica deitada em sua banheira e recebe homens e mulheres, bebendo e fumando compulsivamente.

Recebeu o apelido de Mulher-Esponja.

Porém, sua vida durou pouco, porque o seu autor Angeli resolveu matá-la em um momento de crise.

Mas é sempre cobrado pelos fãs que retorne sua criatura.

Suas tiras se referem à sociedade, à economia e à política.

Demonstra uma postura problemática, bem mais aceita no passado do que nos dias de hoje.

Trabalhava com a ironia, sem despertar a fúria dos conservadores.

Ler suas histórias remete a um mundo menos politicamente correto e com muito mais espaços para desafios inteligentes.

Ótima pedida para os fãs do cartunista Angeli e para os jovens adultos que estão a fim de conhecer sua obra.

10- O Auto da Compadecida – Ariano Suassuna

É uma peça teatral em forma de auto, um tipo de literatura que tem elementos cômicos, mas com intuito de atingir a moralidade.

Foi escrita em 1955 e encenada em 1956 em Pernambuco.

Anos depois, em 1999 e 2000, foi adaptada pra a televisão e cinema.

Apresentada em três atos, gênero comédia e com traços do barroco católico brasileiro.

É um drama vivido pelo povo nordestino, com problemas causados pela seca, numa constante luta pela miséria.

Contendo fortes elementos da cultura e da tradição nordestina, com traços de perfil sertanejo, submetidos e oprimidos pelas famílias dos ricos coronéis.

Bem dentro da nossa atual realidade, mostra que os defensores da moralidade e dos bons costumes são aqueles que também corrompem a maioria das instituições.

Os personagens são alegóricos, uma sátira social que possibilita enxergar como são os costumes e a moral da sociedade de uma cidadezinha do Nordeste.

A história se desenrola com vários personagens, tendo como principais João Grilo e Chicó.

João Grilo é um personagem pobre e franzino, que vive arranjando confusões.

Usa a inteligência para sua sobrevivência.

Trabalha para um padeiro e tem como melhor amigo Chicó.

O personagem Chicó é um contador de causos, mentiroso, medroso e ingênuo, que cria histórias para sair das confusões que João Grilo cria.

No desenrolar das confusões atrapalhadas, surge um julgamento daqueles que morreram e, nesse momento, mostra a crítica feita ao racismo, à religião, as instituições e a moralidade dos cidadãos.

Vale a pena ver essa obra, que é carregada de humor, além de conhecer um pouco da cultura Nordestina.

Conclusão

A leitura estimula os jovens à habilidade de conhecer, raciocinar, pensar e traz inúmeros benefícios positivos, que elencamos detalhadamente neste artigo.

Através da leitura, se alcança o pensamento crítico e aprendizados que extrapolam outros domínios.

Gostar de ler é descobrir os prazeres e alegrias que ela pode proporcionar.

Neste artigo abordamos também sobre a importância da leitura para uma mente jovem e sobre os inúmeros benefícios da leitura.

Por fim, explicamos a relação entre a leitura e a qualidade da saúde mental e fizemos um resumo exclusivo dos melhores livros para jovens sugeridos pelo nosso portal.

Espero que tenha gostado.

RedatorLobato

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Otimizado por Lucas Ferraz.